Do boxe ao MMA: cada modalidade, uma característica diferente

Posted by By at 11 June, at 23 : 54 PM Print

Do boxe ao MMA: cada modalidade, uma característica diferente
Boxe
Quando o assunto é luta, um dos esportes mais lembrados é o boxe. A modalidade que tem como principal arma os braços surgiu na Inglaterra no século 18 e era praticada, inicialmente, pelos homens da nobreza. Com o tempo e depois de muitos golpes, o esporte caiu no gosto popular, foi descoberto pelas mulheres e atualmente vive uma fase de grande ascensão devido à explosão das Artes Marciais Mistas (MMA).
A grande variedade de socos e movimentação intensa são as principais características do boxe, que é capaz de nocautear cerca de 9calorias em uma hora e meia de treino. Benefício que ajudou a mandar para a lona o preconceito de que o esporte é violento e exclusivamente masculino.
“O boxe trabalha todos os grupos musculares, ajuda a perder peso, desestressa, modela o corpo, proporciona bom condicionamento físico e ainda serve como defesa pessoal. A reunião dessas qualidades tem atraído muitas mulheres, que mudaram a forma de ver o esporte e hoje é maioria entre os alunos de academias particulares, explica Marcos Pantaleão, coordenador técnico da equipe de boxe bauruense Leões do Ringue.
Mayra Grava de Moraes, 2anos, é uma das mulheres que se rendeu aos encantos do esporte. Ela começou a praticar boxe aos 15 anos, sem maiores intenções, apaixonou-se pelo esporte e, atualmente, participa de campeonatos da modalidade.
“Antes, quando dizia que eu fazia boxe, as pessoas ficavam reparando em meus braços, para ver se eu era muito forte. Hoje, noto que já encaram com mais naturalidade”, conta a pugilista.
O maior esclarecimento sobre a modalidade e a exposição na mídia por meio de ídolos como Acelino Popó Freitas e de filmes consagrados como o premiadíssimo Menina de Ouro também ajudaram a derrubar o estereótipo de esporte violento.
“Atualmente, existem muitas regras que protegem os praticantes, o que torna o boxe um esporte seguro. Já tivemos lutas que duraram 11rounds, hoje, o máximo permitido é, no boxe amador, três rounds, com três minutos de duração cada por um de descanso; e no boxe profissional, de seis a 12 rounds, ressalta Pantaleão.
No boxe não é permitido bater na nuca nem nas costas. Os golpes só podem ser aplicados na região frontal, do umbigo para cima.
Além disso, o esporte não é necessariamente de competição. Qualquer pessoa, a partir de 8 anos, pode praticá-lo, destaca Pantaleão. E então, aceita o desafio?
Jiu-Jitsu
Nada de socos nem de chutes. As quedas e os golpes de finalização, como estrangulamentos, chaves de braço e de perna são as principais armas do jiu-jitsu. E é justamente essa luta agarrada, no chão, que une força, precisão, inteligência, rapidez e técnica que diferencia a modalidade dos outros esportes de contato.
É ideal para quem quer aprender a dar quedas e a lutar no chão. Neste segmento, temos também o judô, que deriva e é apenas uma parte do jiu-jitsu, onde o participante aprende somente golpes de projeção. O jiu tem a parte de finalização, é mais completo”, diferencia o professor faixa preta Christiano Catala Paes de Almeida, da equipe Chris Gold Team.
Embora tenha origens indianas, o jiu-jitsu é uma arte marcial japonesa e significa arte suave. O esporte ganhou fama e prestígio em terras tupiniquins graças à família Gracie, em especial a Carlos e Hélio Gracie, que aprenderam as técnicas orientais e as modificaram para que mesmo os praticantes mais franzinos pudessem ter chance de vencer uma batalha contra um oponente de mais peso e força, criando o brazilian jiu-jitsu.
Atualmente, a associação da modalidade às Artes Marciais Mistas (MMA) e a popularização dos benefícios do esporte aumentaram ainda mais a procura pela arte suave, especialmente por parte de pessoas sem interesse em competição.
O faixa preta Ricardo Pereira, professor e técnico de uma equipe com seu nome, comemora o estrangulamento que o esporte está aplicando no preconceito.
É uma ótima fase para o jiu-jitsu. As pessoas estão tendo a oportunidade de conhecer realmente o que é essa arte marcial e, com isso, podem desfrutar de seus benefícios”, explica ele, que começou a praticar o esporte para emagrecer.
“Eu era gordinho e precisava praticar algum tipo de esporte. Por isso, escolhi o jiu-jitsu, que queima, em média, 1.2calorias, confessa, rindo.
Além da perda de peso, o esporte traz melhoras na saúde, autoconfiança, força e equilíbrio.
Quem é calmo demais tende a ficar mais sociável, já quem é nervoso e hiperativo tende a ficar mais calmo, destaca Christiano.
Já para os interessados em competição, um longo caminho pela frente. A graduação de jiu-jitsu tem cinco faixas, que exigem muito esforço para serem conquistadas. O tempo de cada luta é definido de acordo com a faixa dos oponentes e varia entre cinco e dez minutos. As categorias são definidas por peso e idade.
No Brasil, lutadores de MMA como os irmãos Minotauro e Minotouro são referências no esporte.
Kung Fu
Quando se fala em kung fu, logo vem à mente filmes com fantásticas cenas de luta protagonizadas pelos atores Jackie Chan ou Jet Li ou mesmo os clássicos infantis Kung Fu Panda e Karatê Kid. Logo na sequência, a associação: o kung fu é um esporte complexo e completo, que exige flexibilidade, rapidez, técnica, destreza e muito fôlego. Em parte.
É, sim, um esporte bastante completo, principalmente porque tem uma infinidade de estilos. Contudo, a única característica necessária para a prática de kung fu é a força de vontade. Com isso, tudo se aprende no devido tempo”, destaca o professor Richard Leutz, da Associação Garra de Tigre de Kung Fu Hung Gar (AGTKF).
A parte correta da associação é a amplitude e abrangência das técnicas da luta. Criado há cerca de 3 mil anos antes de Cristo, o Wushu, termo correto para o esporte, surgiu na China e significa, literalmente, arte da guerra. Foi no Templo Shaolin que o esporte ganhou a cara que tem hoje.
Os monges observaram o comportamento dos animais e transferiram essas formas de ataque, movimentação e comportamento para o ser humano, criando uma variedade imensa de estilos. O kung fu tradicional, por exemplo, é inspirado no tigre, na garça, na serpente, no leopardo e no dragão, explica Richard, que salienta que o uso de armas também é uma característica da arte.
Embora o kung fu tradicional seja o grande responsável por prender a respiração da plateia nos filmes de luta, o sanda, mais conhecido como boxe chinês, é um estilo que tem se popularizado bastante pelas academias da cidade.
A modalidade consiste em técnicas de chutes, socos e projeções e é capaz de queimar, sem piedade e em pouco tempo, as gordurinhas indesejadas.
Devido ao grande número de chutes, projeções e agachamentos, o resultado para a musculatura das coxas e dos glúteos é rapidamente evidenciado e a queima calórica é bastante grande, justificativa para o fato de as mulheres totalizarem mais de 5% dos praticantes”, afirma Richard.
Para quem almeja ingressar no esporte com intuito de competição, uma informação: as lutas de sanda são disputadas em ringue alto sem cordas e os lutadores usam luvas fechadas, capacetes e peitorais de proteção. Nas Artes Marciais Mistas (MMA), lutadores vindos do sanda estão sempre aparecendo. O mais recente foi o vietnamita Cung Le, que lutou contra o brasileiro Wanderlei Silva no Ultimate Fight Championship (UFC) 139 e, mesmo perdendo, foi a maior bolsa do evento, recebendo R$ 35mil.
Capoeira
Ao invés de desferir o melhor ataque para derrotar o adversário, desferir o melhor ataque para fazer com que seu parceiro de jogo se defenda da melhor maneira possível. Esse é um dos principais fundamentos da capoeira, luta criada em terras tupiniquins pelos negros africanos com o intuito de defenderem-se dos abusos de seus senhores.
A ginga, rasteiras e vingativas são as principais características da capoeira, que necessariamente é praticada ao som de instrumentos musicais, entre eles o berimbau.
É uma luta cheia de ginga, técnica e, principalmente, história. Além disso, diferente das outras lutas, a capoeira faz questão de preservar suas tradições e costumes, destaca o professor Alberto de Carvalho Pereira Sobrinho, da Casa da Capoeira.
Entre os benefícios da prática, a perda de peso, a força, a resistência muscular, a flexibilidade são destaques. Em uma aula, por exemplo, é possível perder de 9e 1.2calorias.
Mas diferente das outras lutas, a capoeira não teve aumento na procura por influência da popularização das Artes Marciais Mistas (MMA), embora muitos lutadores da categoria tenham sua base formada no esporte, como Marcus Aurélio, Pedro Rizzo e Junior Assunção.
A capoeira não tem essa característica de competição e disputa entre adversários como as outras lutas, embora existam campeonatos da modalidade. A ideia da prática da capoeira é ajudar no crescimento e no aprimoramento da defesa de seu parceiro de jogo, ressalta Alberto Sobrinho.
Muay Thai
A marcante combinação de golpes desferidos com punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés é o que define o muay thai, também conhecido como boxe tailandês, modalidade que se tornou vedete nas academias da cidade por conta de seu uso e popularidade entre lutadores de Artes Marciais Mistas (MMA).
Apesar de ser uma luta milenar, criada como tática de guerra, o muay thai ganhou popularidade há cerca de três anos, quando teve sua procura dobrada nas academias.
A justificativa? As pessoas descobriram que não é porque fazem muay thai que precisam competir. Pelo contrário, 7% dos meus alunos buscam emagrecimento, fortalecimentos dos músculos, alívio de estresse, bem-estar, entre outros benefícios. Somente 3% querem competir, destaca João Paulo de Carvalho, lutador e professor da academia Chute Boxe, especializada no segmento.
Joelhadas e cotoveladas, que nos treinos são desferidas em aparadores e sacos de pancadas, são os golpes que diferenciam o esporte das outras modalidades. Outro diferencial é a graduação do atleta, que não é demostrada por faixas na cintura, mas, sim, pelo kruang, uma espécie de faixa que fica presa ao braço do lutador e tem nove níveis, destacados por cores diferentes.
As lutas de muay thai duram três rounds de três minutos cada por um de descanso, exceto em disputa por cinturão, prêmio do campeão dos campeões, quando a luta tem duração de cinco rounds.
Entre as estrelas das Artes Marciais Mistas (MMA), os brasileiros Anderson Silva, também conhecido como Aranha, e Maurício Shogun Rua são dois dos adeptos do muay thai de maior destaque.
MMA
As técnicas de queda e finalização do jiu-jitsu, a precisão e força dos socos do boxe, as potentes cotoveladas e joelhadas do muay thai, e a agilidade e combinação de socos, quedas e chutes do kung fu, além de uma infinidade de técnicas de outras modalidades reunidas em um único esporte. Essa é descrição para as Artes Marciais Mistas (MMA), modalidade que ganha cada dia mais prestígio e adeptos nos bairros de Bauru.
O MMA é um derivado do antigo vale-tudo, com a diferença de quem tem mais regras de proteção aos atletas. Não é permitido, por exemplo, chutar a cabeça quando o oponente estiver com pelo menos três apoios no chão (dois pés e uma mão, por exemplo), dar cotoveladas de cima para baixo, pisar na cabeça e nem colocar dedo nos orifícios como olhos, nariz e boca”, salienta Christiano Catala Paes de Almeida, professor da modalidade na Chris Goldteam.
Pouca gente sabe, mas a brasileiríssima família Gracie foi uma das principais difusoras do esporte. Foi ela que, em 1993, criou o Ultimate Fight Championship (UFC), com o objetivo de provar que o jiu-jitsu brasileiro era mais eficiente entre todas as modalidades de luta. Cada lutador enfrentava pelo menos três oponentes de diferentes modalidades, sem regras nem divisões por categorias.
Depois, os direitos sobre o campeonato foram vendidos e atualmente o UFC é o maior evento da modalidade, responsável pela crescente fama conquistada pelo MMA.
Fama que chegou rapidamente em Bauru, divulgou o esporte e conquistou, inclusive, as mulheres.
O MMA envolve coordenação, elasticidade, força, condicionamento aeróbio, equilíbrio e, com isso, traz muitos benefícios à saúde. Hoje, 5% dos meus alunos são mulheres e 8% praticam o esporte sem interesse de competição”, destaca Christiano.
Até porque, competir no MMA não é tarefa das mais fáceis. Não somente pela complexidade do esporte, mas pelo status que ele tem atualmente.
Todos os eventos são bastante restritos, com, no máximo, 2lutas por noite. Além disso, todos os atletas ganham bolsa para competir. Apenas um grupo seleto chega nessa fase, destaca Christiano.
No Brasil, os lutadores Anderson Silva, mais conhecido como Aranha, José Aldo e Junior Cigano dos Santos, são, respectivamente, detentores dos cinturões das categorias médio, peso pena e peso pesado do UFC e principais ícones do MMA ao lado de atletas como Maurício Shogun Rua, Wanderlei Silva, Lyoto Machida, Vitor Belfort e dos irmãos Minotauro e Minotouro.

ARTES MARCIAIS, ARTIGOS , , , , , , , , , , , ,

Related Posts

Post Your Comment

Nossa Missão

Missão: Captar, revelar e realocar talentos novos e já existentes no mercado esportivo de forma prática e rentável. Visão: Tornar-se referência na captação e prospecção de atletas no mercado nacional. Valores: Transparência na forma de trabalho. Preocupação com o bem estar do atleta. Foco e agilidade em soluções ao afiliado.

Siga-nos

Caléndario

August 2018
M T W T F S S
« Jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
UA-17252160-2